IMENSIS

NOTÍCIAS

Bakhir Ayoob: Polícia respeita decisão mas mantém suspeitas
2012/10/03

O Comando-Geral da Polícia reitera o seu respeito e cumprimento da decisão tomada segunda-feira pelo Tribunal Judicial da Cidade de Maputo de ordenar a restituição à liberdade sob termo de identidade e residência do empresário Bakhir Ayoob.

Imprimir Enviar a amigo

Até aqui único indiciado de ser o mandante de parte dos sequestros que amiúde vão acontecendo no país.

Contudo, as autoridades policiais mantêm a sua posição de que todos os elementos reunidos durante vários meses de investigação ao empresário continuam válidos e que apontam-no como sendo um dos principais mandantes dos raptos.

Falando ontem em Maputo, durante uma conferência de Imprensa, Pedro Cossa, porta-voz do Comando-Geral da PRM, disse que não foi por mero acaso que os investigadores chegaram à conclusão de que Bakhir era um dos mandantes, mas sim, conforme suas palavras, essa convicção resultou de um trabalho aturado e sério de perícia policial. A juíza ordenou a soltura de Bakhir Ayoob evocando, para o efeito, o facto de a sua prisão ter sido ilegal, para além de não haver provas suficientes que o indiciem no envolvimento na onda de sequestros.

Contudo, segundo Pedro Cossa, a corporação sente que há necessidade de redobrar esforços no sentido de capturar os restantes integrantes das quadrilhas responsáveis pelos sequestros, reconhecendo, no entanto, haver muito trabalho ainda pela frente.

A fonte ajuntou que a Polícia está a ter grande colaboração por parte de alguns detidos e que equipas de investigadores continuam a trabalhar dentro e fora do país para esclarecer ao máximo estes casos...

© 2003+ Sislog Sistemas e Tecnologias de Informação e Comunicação Lda

Optimizado para IE4 ou superior, 800x600